• Alexandre Tatsuya Iida

Cozinhando Arroz|お米の炊き方

Atualizado: 12 de Dez de 2019


Você sabia que profissionais e críticos que avaliam restaurantes no Japão, pedem uma pequena porção de Arroz Branco e Missoshiru antes de iniciar o trabalho?

Eles afirmam: Se o arroz e o missoshiru que é a base de toda a gastronomia está ruim, o que esperar do resto? A cultura japonesa preza muito o KIHON 基本, a base. É o mesmo que errar o Dashi.

Post sugerido pela Bianca Peccioli Nonaka.

E antes de começarmos a cozinhar o arroz, vamos esclarecer alguns itens:

GOHAN - Em tese Gohan quer dizer Refeição. Assagohan = Café da Manhã, Hirugohan = Almoço e Yorugohan = Jantar. Também os japoneses entendem que o termo GOHAN se refere a tigela de Arroz Branco, ou chamado de SHIRO GOHAN. Então Gohan é Arroz.

MESHÍ - No mesmo caminho do Gohan, pode se referir ao Arroz ou Refeição. Termo vulgar de dizer. O Yakimeshi vem daqui: Arroz Frito.

SHARI - Termo profissional para SUSHI MESHÍ. MESHÍ = Arroz.

Bom comecemos então. Vamos usar uma panela elétrica, que vem o copinho e tal. Porém tirando a panela, a atenção é a mesma.

1. Não erre na medida. Falta de sincronia entre o arroz e a dosagem da água, compromete na qualidade do Gohan.

2. Lavagem Pegue uma tigela ou panela de água e despeje todo o arroz que irá cozinhar. O importante é jogar de uma vez. Quanto mais os grãos mergulharem rápido melhor. Explico. O arroz, tem pó de farelo e óleo, o que dá o cheiro característico que os pulgões amam de paixão. Este óleo que fica na camada externa em contato com a água, é imediatamente absorvido. Para que isso não aconteça, mergulhe o arroz de uma vez na água. Assim o óleo fica na água.

3. Lavagem em água corrente. Depois que mergulhou o arroz, abra a torneira para que o óleo na superfície derrame pela tigela e vá embora. Enfie a mão na panela e massageie o arroz. Muito de leve, para tirar todas as impurezas e imediatamente jogue toda a água fora. Velocidade é a alma do processo.

4. Esfregar o arroz De forma suave para não quebrar os grãos. Um pouco mais forte que uma massagem. O intuito é que os grãos se esfreguem uns nos outros. Despeje a água novamente para dentro da panela, lave os grãos e jogue fora (ou guarde para regar plantas ou lavar o rosto)

Agora para cada safra de arroz muda um pouco:

- Arroz Novo - Esfregue de leve e lave 1 VEZ. - Arroz Antigo - Esfregue com força e lave 3 VEZES.

Apenas observe a cor da água da lavagem. Quanto mais transparente melhor.

5. Deixe de molho Acabou o esfrega-enfrega, deixe o arroz descansar na água. Se o dia está quente e saindo lava da torneira, use água gelada.

Deixe os grãos em descanso de 40min à 1 hora.

6. Tire o da água Com uma peneira, retire toda a água. Para tirar todo o excesso da água, levante e abaixe a peneira por cerca de 10 vezes. Não deixe o arroz na peneira largado. Secando, facilita na quebra dos grãos e ficam amarelos.

7. Cozimento Coloque o arroz na panela interna. Certifique de enxugar a parte de fora para não dar choque.

8. Ficou pronto A luz da panela elétrica, de vermelho virou amarelo. Tá pronto!! Tá nada. Deixe o descansar por 15 minutos, porque o arroz está muito mole. Um pouco de tempo deixa a textura dos grãos mais firmes.

É isso. Um bom arroz é a base de toda a culinária japonesa. Serve para realçar todos os acompanhamentos e guarnições. Errando o arroz, pode comprometer tudo.

Então atente-se e delicie.

#Arroz #Gohan

Logo.png
LOGO BRASIL.png

© Adega de Sake 2004. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total das informações