• Alexandre Tatsuya Iida

OZÔNI|お雑煮

Atualizado: 12 de Dez de 2019


Eu simplesmente amo OZÔNI e quando minha mãe fazia e eu nos meus 16 anos, quando ela perguntava: ”Quantos MOCHIs você quer no Ozôni?” Daí eu respondia: ”10”.

Sei que é muito Mochi. E se não equilibrar bem a quantidade de Mochi vs Dashi, era um festival de azia. HAHAHAHAHAHAHAH

Agora, por que se come OZÔNI no OSHÔGATSU お正月 o Primeiro dia do ano. Ao acordar cedo e recolher o WAKAMIZU 若水 a primeira água colhida no ano, ferve-se a mesma na panela para fazer o Dashi e depois cozinhar os outros ingredientes. Outra boa porção da água também aquece-se o Ofurô para o primeiro banho do ano. O efeito de purificar o corpo por fora.

Cada região tem o seu tempero e os ingredientes podem variar. Porém o item principal é o MOCHI 餅. Só que nem sempre o bolinho feito de arroz glutinoso estava presente no Período Muromachi. O Arroz sempre foi um ingrediente caro e ao invés do bolinho, colocava o Inhame cozido. Na chegada do Período Edo, o arroz passou a ser um item mais acessível para as festividades e o Mochi passou a ser item obrigatório no OZÔNI.

O OZÔNI e o Arroz cozido era permitido para o consumo pela população em ocasiões festivos como o OSHÔGATSU e casamentos. Por isso é tão apreciado e amado. Além disso o Sake que é feito de arroz também é uma bebida destinada aos deuses.

Um fato curioso que alguns já perceberam. Há o Hashi chamado de IWAIBASHI 祝箸. Normalmente, apenas um lado do Hashi é mais fino que o outro. Este IWAIBASHI as duas pontas são finas. Isso é um ato simbólico onde come-se a comida de um lado e pela outra ponta você compartilha com os deuses que estão festejando contigo.

Confesso que mesmo em outros dias do ano, como Ozôni.


Logo.png
LOGO BRASIL.png

© Adega de Sake 2004. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total das informações