Só Fermentado|発酵食品のみ

17.10.2018

 

 

No gelado começo de 2018, estava eu e o Sergio Kenji Mizoguchi em Tokyo para uma reunião com o Sr. Kosuke Kuji, produtor e presidente da 南部美人Nanbu Bijin. O local de encontro era há uns 10 minutos de caminhada a partir da Estação de Tokyo.

 

Chegando num vão de um enorme edifício, descemos a escada rolante e lá estava o presidente mexendo no seu celular, sentado em uma das mesas externas de um restaurante.

 

Para entramos estávamos 30 minutos adiantado. Imaginei tomarmos um café, discutir a reunião e depois comer. Kuji-san pegou a sua pasta e foi entrando sem cerimônia no restaurante. Até o Staff parecia o conhecer. Entramos em uma sala privada e começamos a nossa reunião.

 

Percebi que tinha as 4 cadeiras e 1 mesa. Só. Entenderam? Não tinha mais nada. Não tinha absolutamente nada na mesa de um restaurante. Ok.

 

Chegada a hora do nosso almoço, chega o menu de Teishoku 定食. Aí que o Kuji-san começa a explicar a sua relação com a casa e a proprietária. Trata-se de um restaurante tão disputado pelos japoneses e os gourmets, pois todos os temperos, condimentos e molhos são feitos na casa. Tudo à base de FERMENTADOS. Shoyu, Missô, Tarê, Shiru, Tsuyu são feitos no IKKON SANSAI 一献三菜.

 

Pedi o meu Teishoku de Teriyaki de Frango, Tofu Doce, conservas de pepino, Missoshiru e Gohan. Nada demais. Em 5 minutos, chegaram os pedidos de todos.

 

Eu muito ansioso para provar a comida, tudo era caseiro. A cada mordida era um suspiro. Você já comeu algo gemendo?

 

Então Kuji-san diz: Sabe o que é legal daqui: Comer um sashimi com o Shoyu caseiro.

 

Pois é. Lembra, que não tinha nada na mesa. Kuji-san pede o Shoyu para o garçom. Eis que ele aparece um com troço, um vidro com um coador no meio e coisas pingando. Era nada mais que o mosto do shoyu sendo filtrado na sua frente. Minha nossa senhora!!

 

 

Um perfume (jamais senti perfume de shoyu), um tostado que ao mesmo tempo tem um chocolate, madeira, papel. Então olhei para o Sergio e: Nossa, que Shoyu maravilhoso. Imagina Gohan com Ovo Cru. Menos é mais. Deve ser uma delícia.

 

Novamente Kuji-san chama o garçom e faz o pedido. Chega uma tigela de arroz com furikake de Katsuobushi caseiro e fresco. Lembrando que Katsuobushi é fermentado. Com o perdão da palavra PUTA QUE O PARIU!!

 

 

Já pinguei o shoyu no ovo cru, misturei, despejei no arroz e comecei a devorar. Kuji-san rindo:

 

Nunca te vi tão quieto. Nossa, até eu fiquei com vontade de comer vendo vocês.

 

 

O ovos são da própria fazenda. Olha, uma das refeições mais inesquecíveis que já comi no Japão. Tudo é feito na casa. Pequenas porções estão sendo fermentadas e maturadas no próprio restaurante. É nessas horas que a gente tem a certeza: Pra que Michelin?

 

Quem é cozinheiro, Itamae, estuda e trabalha com fermentados e se foram ao Japão, TEM A OBRIGAÇÃO de passar aqui:

 

Endereço: 
IKKON SANSAI
Japão, 東京都中央区日本橋室町2-4-3 YUITO 地下1階
Horário: 11:30 às 14:30 e 17:00 às 23:00
Reservas: tabelog.com, gnavi.co.jp
Telefone: +81 3-6262-6513

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

ONGAESHI |恩返し

14.11.2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

16.05.2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook
Logo.png
LOGO BRASIL.png

© Adega de Sake 2004. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total das informações