Puxar o Ar|空気を取り込む

22.10.2018

 

Desde o Período Edo já se fazia barulho de puxar o ar, para comer ou beber coisa quente. Chás, Sopas, Sakes e Macarrão com Caldo.

 

Já ouvi muitos ocidentais dizendo: O certo é fazer barulho, em sinal de respeito à pessoa que cozinhou demonstrar que está bom.

 

Bom, não é bem assim. E comida que não tem caldo, demonstra como? 

 

O ato de puxar o ar é técnico ou necessidade para outros. Quem não consegue comer ou beber coisa quente (eu), em japonês chamado de NEKOJITA 猫舌, há a necessidade de puxar o ar junto para não queimar a língua.

 

A parte técnica é que ao puxar o ar, você sente o aroma e sabor do macarrão, equilíbrio do Dashi com a gordura, verifica-se o caldo.

 

Parte do mesmo princípio do Sommelier que puxa o ar ao provar um vinho, sake, destilados, etc.

 

Então não é feio chupar o macarrão e fazer barulho, como também não é feio não fazer barulho. Nós aqui no ocidente, fomos educados a não fazer barulho. Não tem como nos acostumarmos de repente. 

É o caso dos estrangeiros que vão ao Japão e estranham. Até tentam, mas não conseguem e se frustram. Daí o japonês que não está interpretando direito a situação, acha que o ocidental não gosta do barulho dos outros ao comer Lámen. Na verdade eles olham para ver como faz.

 

Então erroneamente, os japoneses criaram o noodle harassment. Assédio do Macarrão (hein?). Para não incomodar os estrangeiros, há uma campanha discreta de não fazer barulho ao comer ou beber algo quente.

 

Quer dizer, é fácil interromper algo que vem desde o período Edo. 

 

Tá de brincadeira, né?

 

(Foto: Virginia Volpato provando Lámen em Tendo, Yamagata)

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

ONGAESHI |恩返し

14.11.2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

16.05.2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook
Logo.png
LOGO BRASIL.png

© Adega de Sake 2004. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total das informações