Sekihan|赤飯

26.10.2018

 

Nos anos que trabalhei na cozinha dos meus pais na Liberdade, toda manhã quando chegava era a minha função fazer o SEKIHAN. SEKI = Vermelho e HAN = Arroz. Modo mais informal de chamar o GOHAN de HAN.

 

Pois bem. Apesar de chamarmos de Arroz, não é o comum. É o MOTIGOME 餅米 ou o Arroz Glutinoso. O já empapado arroz que os japoneses comem, o arroz que é usado para o preparo do Sushi, o Motigome é mais rico em amido. Quando cozido e batido, todo o amido dá a liga e transforma em MOTI.

 

Já fermentado, ele vira o MIRIN みりん. O Motigome na culinária também é bastante usado. O TAKIKOMI GOHAN, Motigome cozido no caldo de frango, Alga Hijiki, alguns cereais, cenoura e gobo. Uma delícia. Só que falaremos então do Sekihan

 

O Sekihan é preparado principalmente em ocasiões festivos, aniversários, casamentos, nascimento de um filho, etc. Há também a comemoração feminina, quando a filha tem a primeira menstruação. É um caso muito engraçado, pois a criança que chama a mãe desesperadamente reportando que está sangrando, os pais dão risadas e comemoram:

 

Precisamos fazer o Sekihan e comemorar.

 

Comemora-se a maturidade física da filha. Já pode gerar uma nova vida. Tanto que o bebê em japonês é chamado de AKA-CHAN. AKA = Vermelho. Claro, muitos seguem a teses de que o bebê ao nascer, está bem vermelho.

 

O Sekihan á bastante apreciado amplamente pelos japoneses. Arroz macio com Feijão Azuki salgado. Sucesso desde a criançada até os idosos. 

 

Como dito, o Sekihan é servido em festividades. Quantas vezes no meu balcão, tive de alertar vários clientes que encomendavam os pratos de Sekihans para Missas, já que os idosos adoravam este arroz? Evento fúnebre, não se leva ou usa o vermelho.

 

Muitos chamam também de OKOWA que é o derivado de KOWAMESHI 強飯. É o nome genérico do prato feito com o Arroz Motigome cozido à vapor. Dentre eles, há o SANSAI OKOWA (Arroz com Vegetais), KURI OKOWA (Arroz com Castanhas Portuguesas), GOMOKU OKOWA (Arroz com 5 Ingredientes) e o SEKIHAN (Arroz com Feijão Azuki).

 

Em cada região do Japão, há pequenas variedades do Sekihan. Uns colocam gergelim branco em Kyoto, Gergelim preto em Fukushima, Tokyo usa-se o Sasague (Feijão miúdo) ao invés do Azuki, em outros lugares colocam shoyu e outros condimentos.

 

Na ocasião do Circuito do Sake 2017, o jantar no Ryoutei KICCHO ARASHIYAMA era palco não só de um jantar sofisticado, mas do pedido de casamento de um dos integrantes do grupo. Todo o restaurante já havia sido avisado o que além do maravilhoso KAISEKI RYOURI, o Hanaita (Chefe dos Itamaes) nos preparou o Sekihan. E ainda quem nos serviu foi a OKAMI, dona do restaurante mais caro e 3 estrelas Michelin de Kyoto. 

 

Honra é pouco. 

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

ONGAESHI |恩返し

14.11.2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

16.05.2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook
Logo.png
LOGO BRASIL.png

© Adega de Sake 2004. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total das informações